Escolha uma Página

Nas últimas 6 décadas aproximadamente, desde que Buonocore (1955) introduziu a técnica de condicionamento do esmalte com ácido fosfórico para melhorar a adesão, houve um progresso significativo nos sistemas adesivos para esmalte e dentina.

Os primeiros adesivos uniam resinas ao esmalte somente. As gerações subsequentes melhoraram dramaticamente a força de adesão à dentina e o selamento das margens dentinárias enquanto mantêm uma forte adesão ao esmalte.
Com mais pacientes exigindo restaurações estéticas livres de metal, o uso das resinas odontológicas como agentes cimentantes ou como restaurações diretas e indiretas tem aumentado.
Todas as restaurações diretas de resina exigem sistemas adesivos.
Dentre os atributos ideais dos sistemas adesivos, podemos citar:
• alta força de união;
• pequena espessura da camada de adesão para assegurar fácil e completo assentamento/adaptação das restaurações;
• liberação de flúor para auxiliar a prevenção de cárie secundária;
• técnica simples em diferentes tipos de restaurações (direta e indireta, resina e cerâmica, e metal);
• aplicável em ambientes secos e úmidos;
• estabilidade.