Escolha uma Página

Quem perdeu um ou mais dentes sabe o incômodo que a ausência de dentição pode causar. Tanto pelo aspecto estético, que compromete o sorriso e a fala, como pelo inconveniente de sentir um dente faltando na boca. Como alternativa a esses problemas, os pacientes podem contar atualmente com as próteses dentárias fixas. Elas podem estar apoiadas sobre implantes ou dentes e servem como substitutos para os dentes extraídos.

Embora a estética seja um dos aspectos considerados quando se propõe a prótese fixa, sua importância vai além: a função mastigatória e a fonética são outros fatores essenciais. O paciente é beneficiado ao se alimentar confortavelmente e recupera totalmente a sua capacidade de articulação de palavras e sons.

Assim como um dente natural que precisa ser escovado e higienizado regularmente, a prótese fixa também precisa de cuidados. Os pacientes que fazem uso de próteses fixas devem redobrar a higiene bucal.

Na escovação, além do uso das escovas tradicionais, também é indicada a utilização de escovas especiais, como as interdentais (para a higiene entre os dentes unidos e abaixo dos dentes suspensos) e as escovas de tufo (para a limpeza entre a prótese e o dente de suporte). No caso do fio dental, usa-se um dispositivo chamado de passa-fio que ajuda a atingir a área debaixo dos dentes unidos da prótese. Para maiores esclarecimentos, procure seu dentista.